Origens e grandes sucessos do Swamp Pop

Swamp Pop é um gênero musical surgido na Louisiana, um estado localizado no sul dos Estados Unidos, na década de 1950. Jovens da comunidade Cajun se reuniram em torno de um objetivo comum – curtir os novos sons do rock’n’roll e mesclá-los à música local.

Os Cajun são descendentes de um grupo étnico chamado acadiano, que vivia no noroeste do Canadá. Por conta de uma perseguição religiosa, os acadianos tiveram que deixar suas terras. Alguns deles foram para Inglaterra, outros para a França, e outro grupo ainda foi se instalar no sul dos Estados Unidos, sobretudo na Luisiana, onde desenvolveram uma cultura própria, com muita influência francesa — a cultura Cajun.

Os jovens da comunidade Cajun estavam bastante abertos ao movimento do Rock que surgia nos Estados Unidos e não quiseram ficar para trás. Fizeram suas próprias canções, misturando a música Cajun, o rhythm and blues, o country e o western vindos também do interior dos Estados Unidos.

O resultado foram canções melódicas, parecidas com baladas. Quase todas são bastante emocionais e têm letras românticas, que versam sobre amor.

O duo Dale & Grace, artistas do Swamp Pop, em apresentação em 1963

O auge do Swamp Pop foi de 1958 a 1964, período em que cerca de 20 canções deste gênero apareceram nas paradas americanas. Embora pouco conhecido mundialmente, o Swamp Pop tem adeptos fervorosos nos Estados Unidos, na Inglaterra, no norte da Europa e, surpreendentemente, também no Japão.

É importante ressaltar que este gênero difere do Swamp Rock. Este último se desenvolveu na década de 1960 e teve a banda Creedence Clearwater Revival como principal expoente. O som do Creedence e dos artistas do Swamp Pop são totalmente distintos.

Origens do Swamp Pop

Quando crianças, os músicos do Swamp Pop ouviam música Cajun e música negra crioula, assim como country e western populares. Eles cresceram e, assim como outros jovens americanos, se encantaram com os novos sons que vinham surgindo com toda força na década de 1950: o rock’n’roll e o rhythm and blues. Artistas como Elvis Presley e Fats Domino passaram a ser seus ídolos também.

Estes jovens abandonaram os instrumentos típicos da música folk, mais rústicos e rurais – como o acordeão, triângulo e violino –, e adotaram novos instrumentos, como a guitarra elétrica, o baixo, o piano, o saxofone, que são mais urbanos.

Na segunda metade da década de 1950, os músicos do Swamp Pop haviam desenvolvido seu próprio som, a partir de todas essas influências. Eles conseguiram gravar suas canções em gravadoras locais. Alguns chegaram a gravadoras nacionais e alcançaram as paradas americanas. Para isso, no entanto, muitos deles esconderam do público seus sobrenomes de origem negra e Cajun, e adotaram nomes típicos da cultura do norte dos Estados Unidos.

Isto aconteceu, pois nessa época ainda havia muito preconceito dos americanos do norte contra os americanos do sul. O movimento pela igualdade de direitos civis, que iria florescer apenas na década de 1960, estava começando na década de 1950. Quase não se ouvia falar dele, portanto, os músicos do sul optaram por se “adequar” ao norte.

Apesar da clara influência do rock’n’roll e do rhythm’n’blues, a música Swamp Pop não é desprovida de características folk. É, na verdade, uma mescla dos dois.

Sucesso e declínio

Durante o seu auge (1958-1964), mais de 20 canções Swamp Pop alcançaram as paradas americanas, sendo que cinco delas alcançaram o Top 10, e três ficaram no Top 1.

Jimmy Clanton, um dos artistas do Swamp Pop

Grandes canções do estilo Swamp Pop são:

  • Sea of Love (1959), de Phil Phillips (essa ficou conhecida mundialmente)
  • Just a Dream (1958), de Jimmy Clanton
  • Prisoner’s Song (1958), de Warren Storm
  • This Should Go On Forever (1959), de Rod Bernard
  • I’m A Fool To Care (1960), de Joe Barry
  • I’m Leaving It Up To You (1963), de Dale and Grace

O Swamp Pop influenciou a música Tex-Mex e alguns artistas importantes do Rock, como Rolling Stones, Elvis Presley e até os Beatles – estes últimos compuseram a canção Oh! Darling a partir de uma clara influência Swamp Pop.

O gênero declinou um pouco com o fenômeno da Invasão Britânica, muito embora o Swamp Pop ainda tenha fãs de carteirinha em Louisiana e no Texas. Por lá, há festivais e eventos dedicados exclusivamente à música Swamp Pop.

Infelizmente, apenas alguns poucos músicos estão conseguindo substituir a geração original de artistas deste estilo, muitos dos quais estão, hoje em dia, na faixa dos 70 anos para mais.

Isto significa que os clássicos da música Swamp Pop, aqueles compostos 60 anos atrás, continuam ocupando a mente e o coração dos fãs deste estilo musical.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *